menu

Categorias
Blog Cidade Inteligente

Elliot Cloud se une ao projeto eCitySevilla, liderado pelo Governo Regional da Andaluzia, Conselho Municipal de Sevilha, PCT Cartuja e Endesa.

Em 2011, a Comissão Européia definiu o roteiro para avançar em direção a uma economia de baixo carbono e competitiva até 2050, o que deu indicações de como a União Européia deveria reduzir suas emissões em 80% abaixo dos níveis de 1990 através de reduções internas.

Em 2018, através de um relatório da Comissão Européia sobre a "Visão Estratégica para a União Européia 2050: Um Planeta Limpo para Todos", visando assegurar uma economia próspera, competitiva e neutra para o clima; e com a proposta da Comissão em março de 2020 da Lei Climática Européia, foi estabelecido o quadro para alcançar a neutralidade climática da UE até 2050.

eCity Sevilha, um projeto que visa reduzir as emissões de gases de efeito estufa

O Projeto eCitySevilla responde aos compromissos assumidos pelo Governo espanhol de reduzir as emissões de gases de efeito estufa, tanto no âmbito da ConvençãoQuadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática, seu Protocolo de Kyoto e o Acordo de Paris, como no âmbito da União Européia.

Com nossa adesão ao projeto eCity Sevilha, estamos acrescentando um novo marco ligado à colaboração com a rede comercial da cidade e ao posicionamento da marca na Andaluzia.

Depois de vários meses de trabalho, Elliot Cloud juntou-se à carteira de fornecedores interessados em contribuir com suas soluções para o desenvolvimento e implementação de um dos mais importantes Projetos da bandeira de Sevilha, O objetivo do projeto é criar um projeto inovador na Ilha de la Cartuja em termos de colaboração público-privada eficaz no interesse da sustentabilidade e da eficiência, com base em cinco pilares: energiamobilidade sustentável, construção, digitalização e participação e comunicação.

Objetivos aplicados às cidades inteligentes

Elliot Cloud se posicionou como uma solução aberta para o processamento de dados, aplicada ao Cidades inteligentese se concentrou em três eixos fundamentais: energia, mobilidade e digitalização de processos.

Agora é o momento de desenvolver o roteiro e elaborar propostas que se enquadrem nos temas de trabalho para criar alianças com outras empresas e conseguir, no espaço ocupado pela Isla de la Cartuja, antecipar as metas fixadas para 2030 para a redução dos gases de efeito estufa, de modo que até 2025, segundo o acordo do Conselho Europeu de dezembro de 2020, isso seja alcançado:

  • Ao menos reduza uma emissão de 55% de gases de efeito estufa em relação a 1990.
  • Pelo menos, uma energia renovável 32% no consumo de energia.
  • Pelo menos, 32,5% melhoria eficiência energética.

Uma vez desenvolvidas essas linhas de trabalho, em 2025, o PCT Cartuja desfrutará de um abastecimento de energia renovável de 100%, terá edifícios eficientes, pontos de carregamento serão implantados para promover a mobilidade elétrica sustentável e, tudo isso, operará com um sistema conectado e autônomo, conectado a uma rede inteligente totalmente digitalizada, que também fornecerá uma plataforma de dados aberta para a gestão inteligente do parque.

Categorias
Blog Cidade Inteligente

Elliot Cloud destaca no 4º Comitê Técnico do RECI a necessidade de aplicar tecnologia para conduzir cidades mais eficientes e sustentáveis

O Diretor Executivo de Elliot Cloud, Óscar Ruiz Chicote, e o Diretor de Inovação e Administração Pública, José Antonio Morales, participaram nesta sexta-feira do IV Comitê Técnico da Rede Espanhola de Cidades Inteligentes (RECI) que foi realizado na cidade de Rota (Cádiz).

O evento, que foi patrocinado por Elliot Cloud, reuniu entidades públicas e privadas para promover o desenvolvimento econômico, a sustentabilidade e uma melhor gestão da cidade usando recursos digitais e tecnológicos.

Ao longo do dia, Elliot Cloud participou de duas mesas redondas ligadas ao desenvolvimento e promoção do cidades inteligentes como um modelo para uma cidade sustentável. Em primeiro lugar, Oscar Ruíz ChicoteElliot Cloud CEO, participou da mesa redonda para abordar o tema "O uso da tecnologia nos planos de sustentabilidade do turismo nos destinos", na qual foi debatido o papel fundamental da tecnologia na aplicação dos fundos que o Governo espanhol destinou para avançar na transformação dos destinos turísticos em um modelo baseado na sustentabilidade ambiental, sócio-econômica e territorial.

 

Além disso, Elliot Cloud também estará representado em uma das discussões do painel da tarde, que contará com a presença de José Antonio MoralesOs Fundos Europeus e P&D&I, uma forma de implementar melhorias nos serviços públicos.

A reunião proporcionou uma oportunidade para mostrar como Elliot Cloud aplica o tecnologia para a gestão de infra-estruturae cidades por meio do monitoramento e controle das diferentes instalações em edifícios ou cidades. Ele faz isso integrando a gestão, controle e otimização de processos em um único software orientado por dados para conseguir uma gestão e operações mais eficientes e sustentáveis.

Categorias
Blog Cidade Inteligente

Experiências Elliot: Turista Digital 2022 por José Morales

Olá, eu sou José Morales SánchezDiretor da área de Inovação e Setor Público. Sou um especialista no ecossistema de apoio a P&D&I com mais de dez anos de experiência trabalhando como gerente de inovação, realizando a preparação e implementação de projetos em nível regional, nacional e europeu relacionados com eficiência energética, energias renováveis e eficiência energética. energias renováveisgestão de resíduos e o cidades inteligentes.

Atualmente atuo como consultor sênior, dando respostas a pedidos do setor público relacionados a esses assuntos. Nesta ocasião estou aqui para apresentar minha experiência no evento Digital Tourist 2022 e os aspectos que achei mais interessantes.

O que é o Digital Tourist 2022?

É o lugar de encontro dos responsáveis pelos Destinos Turísticos Inteligentes (ITD): administrações central, regional, provincial e municipal, e a oferta de turismo digital representada pelas principais empresas de tecnologia. É um evento social que nos devolve o redepara facilitar o intercâmbio de conhecimentos e experiências.

É um evento que facilita o intercâmbio de conhecimentos e experiências, num momento em que o turismo deve recuperar o papel estratégico, econômico e social de que desfrutava antes da pandemia.

As tecnologias digitais foram os principais temas desta edição de 2022, dada a implementação do Componente 14 do PRTR e como a tecnologia é a chave para que o turismo ganhe em competitividade.

Por que é interessante assistir a esses eventos

Eventos presenciais, que estão voltando depois do hiato pandêmico, oferecem a oportunidade de fazer rede e conhecer o ecossistema além das inúmeras reuniões telemáticas por meio de uma tela.

A presença da empresa nesses eventos é uma oportunidade de diálogo em primeira mão com múltiplos agentes do setor turístico, onde muitas empresas e administrações públicas (conselhos, municípios e associações de municípios) se reuniram, onde pudemos ouvir seus problemas e propor nossas soluções e serviços que respondem às suas necessidades.

Além do interesse específico no conteúdo das mesas redondas que se realizaram, as oportunidades de rede que surgem em eventos presenciais são muito altos, pois permitem uma compreensão mais profunda das oportunidades e outros aspectos além daqueles do próprio evento.

Os intervalos para café, o tempo de viagem para os hotéis ou a partilha de mesa e toalha de mesa, permitem ao senhor conhecer as pessoas e suas empresas em um estado mais relaxado, o que lhe permite fazer um desenvolvimento mais profundo dos negócios, que lhe permite alcançar um melhor posicionamento da empresa em todos os níveis.

Experiência pessoal no Digital Tourist

O turismo é um dos setores motores do nosso país e, como tal, a Rede de Destinos Turísticos Inteligentes é uma oportunidade particularmente interessante para gerar oportunidades de negócios associados às necessidades tecnológicas desses municípios, que já têm planos de digitalização e estão conscientes do uso da tecnologia como ferramenta para torná-los mais atraentes aos visitantes.

Do meu ponto de vista, um evento desse tipo, que reúne atores que já estão à procura de soluções de digitalização, é uma oportunidade de comercializar para entidades que já estão receptivas à nossa mensagem, reunindo nossos serviços de digitalização, interoperabilidade e transparência com as necessidades dos municípios.

A experiência geral foi muito positiva. Nosso papel como patrocinadores do evento nos permitiu participar da mesa redonda como oradores sobre um tema tão quente como a gestão dos Fundos de Recuperação, contribuindo com nossa experiência do lado dos negócios e da canalização desses fundos. Esta apresentação, juntamente com as relações anteriormente estabelecidas com vários dos atores presentes, como resultado de nossa atividade diária, nos deu uma visibilidade muito perceptível que aumentou as atividades de rede e nossa relevância no ecossistema dos fornecedores de tecnologia.

Destaques do evento

A oportunidade de participar de uma das mesas redondas mais relevantes devido a seu assunto e à qualidade dos membros do painel, Victor Badorrey (Diretor de Relações Institucionais do Segittur), Inmaculada de Benito (Diretor do Conselho de Turismo do CEOE), Daniel Vega (Chefe de Cidades Inteligentes e Inovação da FEMP).

A presença de atores líderes no mundo da digitalização do setor turístico, compartilhando com eles as experiências do setor e expressando a necessidade de aumentar sua competitividade e conseguir uma experiência melhor para o visitante.

A possibilidade de construir relações de qualidade num ambiente profissional e especializado, enquanto se desfruta de um ambiente descontraído nos eventos fora das mesas de discussão propriamente ditas.

Você quer conhecer
nossa solução?

ESPANHA | MÉXICO | BRASIL | REINO UNIDO

ESPANHA | MÉXICO | BRASIL | REINO UNIDO